Croácia: Lovren Desabafa Contra Ingleses: 'Têm Que Me Respeitar, Sou Um Dos Melhores Do Mundo'

Após a

vitória por 2 a 1 de virada sobre a Inglaterra, que colocou a

Croácia em sua primeira final de Copa do Mundo, o zagueiro Dejan Lovren fez um forte desabafo na zona mista do Estádio Luzhniki.

>Bolão ESPN na Rússia

Você não pode ficar fora do Bolão ESPN na Rússia!

Já deu seu palpite para a grande final da Copa do Mundo 2018? Acesse www.espn.com.br/bolaoespn e participe!

O atleta do Liverpool já

havia se irritado no dia prévio ao jogo depois que um repórter inglês o perguntou sobre a derrota por 4 a 1 dos >Reds para o Tottenham, em outubro do ano passado, pela Premier League. Na ocasião, o defensor teve atuação desastrosa e foi substituído com apenas 30 minutos de jogo.

Lovren definiu o questionamento como "irrelevante", mas mostrou ter guardado rancor. Após a classificação para a decisão do Mundial, ele disparou contra a mídia inglesa e pediu mais respeito a ele e ao elenco croata.

"Definitivamente (as críticas da mídia britânica motivaram a Croácia). Nós temos que agradecê-los por isso. Nós não merecíamos esse tratamento. Muito menos eu", afirmou.

>
Dejan Lovren comemora a vitória da Croácia sobre a Inglaterra na Copa-2018 EFE

"Pessoalmente, sei que não mereço isso. Lembro muito bem de tudo que vinha sendo dito sobre mim. Mas o mundo é assim, ele dá voltar. Você sempre deve respeitar antes de falar", acrescentou.

"Ficaram falando muito que eu tive uma temporada ruim (no Liverpool), mas não concordo com isso. Hoje eu mostrei o porquê de ter ajudado a levar o Liverpool à final da Champions League", bradou.

>Relacionado1 Relacionado

"Agora chego a mais uma final com a minha seleção nacional, e acho que as pessoas finalmente têm que reconhecer que eu sou um dos melhores defensores do mundo ao invés de ficarem falando bobagens", complementou.

Lovren ainda arrumou tempo para detonar o árbitro Cuneyt Çakir.

"Ficamos desapontados com algumas decisões do juiz, realmente não deu para entender muitas delas. Inclusive em lances comigo, porque eu sofri um pênalti claro e não sei como ele não conseguir ver. Mas nosso time teve caráter, passou por cima disso e agora isso é o mais importante", finalizou.

Na grande final, a Croácia encara

França, que

eliminou a Bélgica na última terça-feira com uma vitória por 1 a 0, em São Petersburgo. A decisão será neste domingo, às 11h (de Brasília), novamente no Luzhniki, em Moscou.

Ingleses e belgas, por sua vez, disputam o 3º lugar no sábado, às 11h.

Croácia: Lovren desabafa contra ingleses: 'Têm que me respeitar, sou um dos melhores do mundo'